dia dos namorados

     uma história para inspirar os apaixonados>
Uma história linda, sobre namorar seu melhor amigo, em 12 imagens.Vanessa Bizzarro desenhou uma menininha na mesa da sala de aula da faculdade, naquele momento de puro tédio. No dia seguinte, quando ela sentou na carteira, reparou que haviam desenhado um menininho de mãos dadas com ela. Esse menino era o Marcelo Ordoñez, que estudava na mesma sala que ela, só que à noite. Mas ela ainda não sabia disso. “Perguntei quem era. No dia seguinte, encontrei o user de um Twitter como resposta e adicionei”, conta a  radialista de 21 anos, que conheceu seu atual namorado, o menininho do desenho, em seu primeiro ano da faculdade.

“Nós continuamos nos falando pela internet por cerca de um mês. No mês seguinte, finalmente nos vimos pessoalmente, na plateia de um programa-piloto de TV, que a gente tinha ido para ganhar horas complementares para a faculdade. O programa chamava Pegada e passava na Mix TV. A regra era a seguinte: um garoto da plateia era escolhido por uma menina. Daí eles trocavam ideia durante o programa todo e, no final, viam se rolava algo. O Marcelo foi justo o garoto escolhido. Quando o apresentador perguntou como estava o papo, ele respondeu: ‘está bom, mas será que, hoje, o cara não poderia escolher a menina?’. A produção disse que abriria uma exceção e ele disse que queria conversar comigo. QUASE MORRI DE TANTA VERGONHA! Hahaha”

“No fim, não beijei ele, só dei um selinho, mas, no dia seguinte, rolou uma festa da facul e nós ficamos. Desde então, passamos a nos ver todos os dias. Ele começou a ir mais cedo para a aula e eu, a ficar até mais tarde, só para podermos passar o dia juntos. A foto da direita marca o nosso primeiro JUCA (Jogos Universitários de Comunicação) juntos, em 2011!”

“Depois de dois meses ficando, o Marcelo me disse que precisava pegar uns papéis na faculdade e que me encontrava logo depois. Quando entramos no elavdor, ele apertou o décimo andar e eu já fiquei meio desconfiada, porque não era o piso da secretaria. Foi quando ele abriu o jogo e falou que não tinha papel nenhum, que ele queria me fazer uma surpresa.Quando chegamos no terraço do prédio (um lugar meio proibído para alunos ~risos nervosos~), o Marcelo colocou a nossa música para tocar (Your Call, do Secondhand Serenade) e disse que tinha escolhido aquele local para me pedir em namoro porque ele era único, assim como eu era única para ele. Passamos os quatro anos da faculdade juntos. Essa foto foi tirada na nossa formatura!”

“Somos grudados! Já viajamos para a Praia Grande, para o Guarujá, para São Thomé das Letras, para Águas de Lindóia…”

“… para Campos do Jordão…”

“… no meio de 2014, fomos para Orlando. A ideia de ir para a Disney surgiu de um sonho que tive. Quando acordei, fui logo pesquisar preço de passagem, de hotel… Pensei em dar a viagem para o Marcelo de presente. Comentei da ideia com uma amiga e ela disse que estava muito a fim de ir para a Disney com o namorado também. Fomos todos juntos.”

“Comemoramos os três anos e meio desde que desenhamos um menininho e uma menininha na carteira em um dos lugares mais mágicos do mundo!”

“Um momento bem legal na Disney foi o show ‘Fantasmic’, com todos os personagens dos desenhos, músicas e fogos. A única coisa difícil foi voltar… A gente sentiu muito essa separação, pois estávamos dormindo juntos, acondando juntos, vivendo juntos. Mas em agosto, vamos viajar para um intercâmbio na Austrália e vamos morar juntos lá novamente. E por mais tempo.”

“Mesmo depois de todos esses anos juntos, e de todas essas viagens, o Marcelo só dormiu lá em casa agora, no dia 17 de abril. Foi uma data marcante e tiramos até foto! Hahaha! Mas foi uma exceção, porque minha mãe não aceita que namorado nenhum durma em casa. Mas o Marcelo e eu iríamos gravar um comercial no dia seguinte e nos encontraríamos às cinco horas da manhã, em um lugar pertinho de casa. Daí, minha mãe cedeu. Mas foi a primeira, e única, vez.”

“Boninho,  eu amo quando você fica bravo e se recusa a olhar pra mim. Eu amo quando você ri do quão idiota eu sou aos fins de semana. Eu amo quando você me ensina sobre filmes ou qualquer coisa. Eu amo quando a gente acorda e você fica me zoando para eu falar. Eu amo quando você diz que está melhor agora. Eu amo quando espera até a noite para ver algum filme comigo. Eu amo como você faz eu me sentir viva.”

“Queria terminar esta matéria te agradecendo por você estar sempre comigo. Por ter me aguentado todo esse tempo. Por termos estudado juntos, trabalhado juntos, nos formado juntos, viajado juntos. Sempre juntos. Nada teria sido igual sem você. Você mudou a minha vida e a fez muito mais feliz. Não importa onde e nem como eu vou estar no futuro. Só sei que tenho de estar com você. Por mais quatro anos. Oito. 20. 40. 60. Pra sempre. Te amo!”

Um beijo,

da menininha (Vanessa Bizzarro) e do menininho (Marcelo Ordoñez)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s